Home / Fatores de Atratividade
Infraestrutura
Infraestrutura Com infraestrutura consolidada, considerada a melhor do país, o Estado do Rio de Janeiro investe para ampliá-la e modernizá-la de modo a receber os inúmeros projetos em curso e previstos para os próximos anos.
O Estado dispõe de 27.000 mil km de rodovias e ampla malha ferroviária, possibilitando fácil acesso a seu litoral e interior, bem como às demais unidades da federação. Foi o pioneiro nacional na privatização das operações tanto rodoviárias quanto ferroviárias e hoje colhe os benefícios de um sistema de transporte em ótimas condições de manutenção.
A operação portuária no Rio de Janeiro também é realizada pela iniciativa privada com os custos mais competitivos do país e comparáveis aos praticados nos mais importantes portos do mundo.
O litoral do Estado do Rio de Janeiro é o 3º mais extenso do Brasil (635 km de extensão) e abriga, além de diversos estaleiros e terminais privados, portos e complexos logísticos que, em conjunto, conferem uma notável vantagem competitiva à economia fluminense no cenário nacional, favorecendo a conexão com mercados internacionais.
O Porto de Itaguaí, em funcionamento no município de Itaguaí, em razão de suas características especiais, como disponibilidade de área retroportuária e profundidade do canal marítimo de acesso, está se transformando em um dos mais importantes portos concentradores de cargas do continente sul-americano.
O Rio de Janeiro conta ainda com 10 aeroportos, sendo 2 internacionais. Na capital localizam-se três: o internacional, Antônio Carlos Jobim, com o maior Terminal de Cargas da América Latina, o Santos Dumont, no centro da cidade e o de Jacarepaguá. Fora da capital, 7 aeroportos, sendo o de Cabo Frio, o primeiro aeroporto internacional privado do país.
O Rio de Janeiro tem ainda capacidade estratégica de distribuição no setor de gás e é a capital brasileira no setor de telecomunicações.
De acordo com estudo do Decisão Rio 2014-2016, o estado do Rio de Janeiro receberá um grande volume de investimentos em infraestrutura no período 2014-2016, que totaliza R$ 37,9 bilhões. Desse total, 46,4% – R$ 17,6 bilhões – serão destinados a investimentos em transporte e logística, com destaque para a construção da Linha 4 do Metrô (R$ 4,8 bilhões), que ligará a Zona Sul à Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, e para a implantação do sistema BRT (R$ 3,4 bilhões), também na capital fluminense. No setor portuário, destaca-se a construção do Terminal Ponta Negra em Maricá (R$ 1,2 bilhão). Além dessas obras, devem ser mencionadas a duplicação da BR-116 (R$ 1,9 bilhão) e da BR-040 (R$ 0,7 bilhão), a ampliação da Via Light (R$ 0,4 bilhão) e a finalização das obras do Arco Metropolitano (R$ 0,3 bilhão), que contornará a Região Metropolitana do estado e ligará os eixos Leste e de Sepetiba.
Clique aqui para saber mais