Porciúncula, a cidade é um convite ao passeio pelas ruas arborizadas e comunidades rurais...


Até início do século XIX, as terras que hoje compõem o município de Porciúncula mantiveram-se fora das correntes colonizadoras, estando sua origem e evolução muito ligadas ao crescimento de Itaperuna (RJ). Seu desbravamento verificou-se entre os anos de 1821 e 1831, quando José Lannes (ou Lana) Dantas Brandão fixou-se na zona do Rio Carangola, nas proximidades da atual cidade de Natividade, desencadeando um fluxo migratório para quase toda a área que constitui, hoje, a região Noroeste Fluminense.


O progresso econômico e social verificado nessas terras logo chamou a atenção de autoridades civis e eclesiásticas, pois a população, que crescia a cada dia, começava a reclamar assistência material e religiosa. Assim, no ano de 1879, foi criada a freguesia de Santo Antônio do Carangola, ainda em terras do município de Campos, das quais se separou em 1885, passando a fazer parte do então recém criado município de Itaperuna.

Santo Antônio do Carangola teve seu nome mudado para Porciúncula, e, em 1947, foi criado o município do mesmo nome, desligando-se do território de Itaperuna.

Porciúncula possui mais dois distritos, Purilândia e Santa Clara, este último grande produtor de café.


O município, banhado pelo rio Carangola, encontra-se rodeado de belas e acolhedoras montanhas. Em uma dessas, encontra-se o Morro da Antena, considerado ponto diferenciado para a prática esportiva de asa delta e parapente pelas excelentes térmicas.

Comemora-se em 21 de agosto o aniversário da cidade com grande festa, trazendo artistas de renomes nacionais e muita animação.


No coração da cidade, encontra-se a bela Igreja Matriz de Santo Antônio, localizada num outeiro na Praça Santo Antônio, onde também se localiza uma grande estátua de Cristo Redentor, recebendo de braços abertos os que chegam à cidade. Na Praça Antônio Amado, concentra-se a vida econômica da cidade ao redor do prédio da antiga Estação Ferroviária. O antigo prédio é, hoje, um importante patrimônio da cidade, preservado e mantido aberto a todos como o Centro Cultural Dr. Edésio Barbosa da Silva. No local, encontra-se a Biblioteca Pública Municipal e um espaço cultural, guardião da memória do município, e onde são realizadas peças teatrais, reuniões e encontros culturais.


A cidade é um convite ao passeio pelas ruas arborizadas e comunidades rurais, assim como um lugar perfeito para o descanso e o curtir da vida na tranquilidade e paz que o interior proporciona.


Veja também em: Municípios

21 visualizações
 Copyright © Criado por Codin  - Todos os Direitos Reservados 

Telefone: +55  (21) 2334-1400

Siga-nos em nossas redes sociais