POLÍGONOS DE 

DESENVOLVIMENTO

O Rio de Janeiro é um estado plural, no seu espaço territorial coexistem diversos Rio de Janeiro, cada um com características sócio econômica, ecológica, cultural e climática específicas, o mais deles é o Rio Metropolitano e, em particular, a cidade do Rio de Janeiro, região  que se caracteriza pelas suas belezas naturais, atividade cultural e a excelência oferecida para o desenvolvimento da atividade empresarial.

 

Entretanto o estado igualmente oferece outros Polígonos de Desenvolvimento com excelentes condições para a atividade empresarial, essas regiões oferecem boa infraestrutura e logística possibilitando as empresas acessar rapidamente todo o mercado nacional e internacional, além de oferecer excelente padrão de qualidade de vida e atrativos culturais e naturais.

 

Polígono de Óleo e Gás da Região Norte

Além de contar com um dos maiores campos de produção de petróleo do Brasil, a Bacia de Campos, e sediar um dos maiores projetos portuário logístico- industrial e energético da América do Sul, o Complexo Portuário do Açu, o Polígono de Óleo e Gás da Região Norte  oferece qualidade de vida, traduzida na excelência da sua rede de ensino fundamental, técnico e universitário, nos diversos biomas que nela coexistem, compostos pelo oceano, serras, rios encachoeirados e lagoas, possibilitando a prática de inúmeros esportes, além de oferecer atrativos culturais e gastronomia internacional.

O Complexo Portuário do Açu, localizado em São João da Barra, é um porto de águas profundas com 21,0m de profundidade, conta com nove terminais, offshore e onshore, pode-se citar os de Minérios, Multicargas, Fertilizantes, Petróleo, Combustíveis, Containers, Granéis, Reparos Navais, oferecendo ainda transbordo de bordo a bordo e um parque logístico e centro integrado de distribuição e armazenagem. Presentemente está sendo implantado uma Termelétrica que terá capacidade de 2,9 GW e uma UPGN- Uniade de Processamento de Gás Natural com capacidade de 40 MMm3/dia, estando prevista a implantação de uma Zona de Processamento de Exportação.

 

Em Macaé será implantado o Terminal Portuário de Macaé voltado para atender a demanda da indústria de apoio às atividades de óleo e gás  que  irá contar com Terminais de Petróleo, de Combustíveis e Processamento de Gás Natural – UPGN

 

As centenas de empresas que gravitam em torno da cadeia de óleo e gás presentes na região geram inúmeras oportunidades de negócios nas áreas comercial, prestação de serviço e industrial, não só na cadeia produtiva do setor, mas, igualmente, para a produção de bens de consumo demandados pelo mercado regional que conta com alto poder aquisitivo.

 

Polígono Logístico do Médio Paraíba

Se fosse feita uma análise da localização empresarial ótima para o desenvolvimento de atividade empresarial pelo viés da logística e do mercado consumidor, considerando o triangulo formado pelos de três maiores centros de consumo do país, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, e Belo Horizonte, certamente a reposta recairia para a região compreendida no Polígono Logístico do Médio Paraíba fluminense. Tomando–se como referência o município de Resende, o Polígono se situa a 167Km do Rio de Janeiro, 272km de São Paulo e 440km de Belo Horizonte, com acesso rodoviário e ferroviário a esses centros de consumo, além de se situar relativamente equidistante dos Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Santos e dos aeroportos Tom Jobim, Guarulhos e Viracopos.

As principais atividades econômicas industriais do Polígono Logístico são os setores automotivo, metal mecânico e químico e o agronegócio. O turismo é outro segmento representativo e com grandes possibilidades de se expandir, dado  a sua proximidade do mercado consumidor  e dos inúmeros atrativos naturais oferecidos representados pelos rios e cachoeiras, pela diversidade da fauna e flora presentes nas Serras do Mar e da Mantiqueira, aliado a eventos esportivos e culturais tendo como pano de fundo uma gastronomia requintada.   Para quem deseja praticar esportes náuticos, o Polígono fica próximo de Paraty e Angra dos Reis que conta com a maior reserva de Mata Atlântica do Brasil.

 

Polígono Marinho da Costa Azul

O Polígono Empresarial da Costa Azul é economicamente multivocacionado, pois tanto é viável para o desenvolvimento de atividades empresariais voltadas para a cadeia de óleo e gás e do ramo de confecção na linha moda praia, como também para as atividades de turismo. Embora as vocações econômicas  possam aparentemente se mostrarem  conflitantes, na verdade elas coexistem de forma complementar e ambientalmente sustentável.

Uma região que conta com praias com mar turquesa, lagoas e dunas como as existentes nas cidades de Araruama, Arraial do Cabo, Búzios, Cabo Frio, Maricá, Saquarema e Iguaba oferece, indiscutivelmente, inúmeras oportunidades de investimentos na área de turismo.

Ocorre que adicionalmente a região se localiza entre as Bacias de Santos e de Campos, que são as maiores províncias petrolíferas do país, o que significa que inúmeras atividades de prestação de serviço voltado para o setor estão se instalando na região, dentro outros aspectos  devido a presença do Aeroporto Internacional de Cabo Frio que está transformado o município num hub de apoio as atividades offshore da Petrobras. Deve-se ainda citar  o município de Maricá porta de acesso da Rota 3 de gás em direção ao Coperj, um grupo privado pretende construir no município um Porto de apoio as plataformas marítimas, o projeto prevê a construção de uma UPGN na retro área  beneficiando  o gás proveniente da Bacia de Santos.

De acordo com a ANP- Agência Nacional do Petróleo entre 2020 a 2024 a região irá receber R$ 8,9 bilhões a título de royalties do petróleo a maior quantia para uma única região. Esses recursos serão em grande parte canalizados para projetos de infraestrutura urbana, desenvolvimento tecnológico e área social, com impactos positivos no IDH contribuindo para o desenvolvimento de novos projetos empresariais.

 

Polígono Marinho da Costa Verde

Localizado em um dos litorais mais exuberantes do Brasil, este Polígono conta com centenas de ilhas, praias com águas cristalinas e o maior fiorde do país, embora reconhecido pelo seu cenário oceânico, poderia igualmente  ser chamado de Polígono da Mata Atlântica, nas suas montanhas se encontra a maior área preservada de floresta da mata atlântica brasileira. Isso faz com que a região tenha uma paisagem montanhosa que não fica nada a dever ao seu belo litoral.

Aos aspectos acima expostos somam-se cidades charmosas cuja arquitetura e traçado urbano remontam a época colonial, atividades culturais diversificada e de qualidade, gastronomia internacional, esportes aquáticos e os realizados nas montanhas, uma infraestrutura de serviço hoteleira consolidada em todos os elos da cadeia turística. Este conjunto de fatores evidencia que a região oferece inúmeras oportunidades de investimentos para as atividades que gravitam em torno da área turística, pois, adicionalmente, ela se localiza ao maior mercado consumidor brasileiro. 

 

Polígono Turístico da Região Serrana

 A região Serrana Fluminense é empresarialmente multi vocacionada, por ser competitiva em diversos seguimentos de atividades. Ela é locacionalmente adequada para investimentos na área de turismo, pois conta com áreas verdes, montanhas e rios encachoeirados, que propiciam a prática de inúmeros esportes ao ar livre, aliado a atividade cultural e gastronomia de alta qualidade oferecidos.  O mesmo se dá para projetos da área do agronegócio, a região concentra a maior produção de hortigranjeiros e flores do estado. Por último deve-se destacar as vantagens locacionais que ela oferece para a atividade industrial, a Região Serrana detém um dos maiores parques de confecção, metalomecânico e de reparo aeronáutico do Rio de Janeiro. Isso tudo somado gera inúmeras oportunidades de negócios na área de prestação de serviços.

Ao se instalar na área serrana a empresa irá se localizar numa região equidistante da Bacia de Campos, da cidade do Rio de Janeiro, sul de Minas Gerais e leste de São Paulo, além de contar  com infraestrutura física de qualidade e boa logística de acesso aos mercados situados na sua área de influência.

Por último, e não menos importante, a região oferece qualidade de vida para os investidores, traduzida na excelência dos serviços de saúde e educação oferecidos, das atividades culturais e de lazer presentes e da presença de área verde, ela conta com inúmeras reservas florestais e biológicas.