CODIN lança projeto de centro de inovação industrial no Norte Fluminense...



Iniciativa será implementada em paralelo à revitalização do Distrito Industrial de Campos dos Goytacazes.


A Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (CODIN), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais (SEDEERI), vai implantar um centro de inovação no Distrito Industrial (DI) de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. A iniciativa foi lançada durante reunião realizada na última segunda-feira, 26, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) Norte Fluminense. O projeto une ações de revitalização do DI, localizado no subdistrito de Guarus, com a introdução de startups e incubadoras à área.

“Nós mapeamos as condições das indústrias da região e vamos viabilizar uma base na CODIN de Guarus, que contará com a presença semanal da direção, ouvindo as demandas e cobrando soluções. A proposta é fazer do distrito um polo de incubadoras e startups, envolvendo a AgeRio (Agência Estadual de Fomento) e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Campos tem um distrito com potencial imenso, e aqui será o projeto-piloto, com o objetivo de transformar a CODIN num centro de inovação”, explicou o presidente da Companhia, Júlio Andrade.

Lucas Vieira (canto direito), presidente da Associação Industrial da CODIN de Guarus (AIC), recebeu delegação da Companhia no Distrito Industrial de Campos).


Durante a visita à região, a comitiva do Governo do Estado do Rio de Janeiro realizou uma vistoria ao Distrito Industrial. Acompanhada pelo presidente da Associação Industrial da CODIN de Guarus (AIC), Lucas Vieira, e pelo vice-presidente da Firjan NF, Luiz Carlos Damião, a equipe ouviu demandas dos empresários ali instalados, como o recapeamento das ruas internas e a construção de novos acessos ao distrito industrial.


“Estive no Rio na semana passada para discutir os problemas do distrito, e em apenas cinco dias os diretores já estavam aqui conferindo in loco”, conta Lucas Vieira. “Temos uma série de demandas, como por exemplo, a abertura de um acesso de 80 metros até a BR-101, que nunca foi feito. E eles imediatamente já acionaram outros setores do governo, de modo que a visita já se revela efetiva, com ações práticas”, completa o presidente da AIC.

O encontro também contou com a participação do conselheiro da Federação, Thieres Rodrigues, representando o presidente Francisco Roberto de Siqueira, dos assessores da SEDEERI, Luiz Mário Concebida e André Castro, além dos diretores da CODIN das pastas de Incentivos Fiscais, Rafael Lyrio, e de Novos Negócios, Rafael Menezes.


134 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo